sexta-feira, 29 de julho de 2016

Visita do Museu Itinerante Memória Carris ao Terminal Triângulo

   Na sexta-feira passada, dia 22 de julho, estivemos com nosso Museu Itinerante estacionado no terminal Triângulo. Esta visita fez parte de nosso projeto de Visitas aos Terminais da Carris, em que visitamos os locais de trabalho de nossos colegas da operação para apresentarmos um pouco da história da empresa. 
   Como pode ser constatado nas imagens a baixo, esta foi uma visita muito proveitosa! Tivemos um grande número de visitantes, tanto do público em geral (pessoas que estavam circulando por este espaço e paravam um pouco com a correria do dia-dia para conhecer nosso ônibus), como de colegas da Carris e de outras empresas de transporte público.
    O Terminal Triângulo foi inaugurado em dezembro de 2004. Três linhas da Carris têm seus finais de linha neste terminal: T1, T1D e T7. 
  




terça-feira, 12 de julho de 2016

Mercado Público de Porto Alegre

  Porto Alegre é uma cidade de muitas histórias. Nos habituamos a transitar por seus espaços sem reparar nas marcas do passado existentes na cidade. O olhar cotidiano sobre locais que fazem parte do nosso dia-dia muitas vezes acaba por "colocar um véu" sobre estes lugares, escondendo com um ar monótono  de "todo dia" construções e espaços realmente extraordinários. 
   Um exemplo marcante desta situação é o Mercado Público de Porto Alegre, uma construção de 1869. Localizado em uma área de intensa circulação de pessoas, poucos já se dedicaram a olhar o Mercado com "olhos de olhar", reparando nos detalhes presentes em sua bela construção. 
  Resgatando um pouco a memória do Mercado, sabemos que a ideia de construção de um grande mercado para atender a população da cidade surgiu em 1842, quando o então Governador da Província, Saturnino de Souza, sentiu a necessidade de construir um prédio que organizasse o comércio da capital. Até este momento, o comércio de alimentos na cidade era desenvolvido em barracas, em feiras como a do Largo da Quitanda (na atual Praça da Alfândega) e no Largo do Paraíso (atual Praça XV). O local escolhido para a construção do primeiro Mercado Público de Porto Alegre foi exatamente o antigo Largo do Paraíso. Este primeiro prédio foi construído com tijolos e tinha enormes portões de ferro. O comércio era realizado tanto no seu espaço interno como externo. Ali se comercializava tudo: frutas, verduras, carnes, roupas, cordas, arreios, estribos, artigos de toucador, armas, munições e até mesmo trabalhadores escravizados. Perto do prédio foi construída uma doca com espaço para o estacionamento de carretas e carroças, tudo isso com o objetivo de facilitar o abastecimento do Mercado. 
  No ano de 1863 esse primeiro Mercado já era considerado pequeno para as necessidades da cidade. Em 29 de agosto de 1864, o então presidente da província, João Marcelino de Souza Gonzaga, lançou a pedra fundamental do novo Mercado Público de Porto Alegre, que foi construído no alinhamento do "Caminho Novo", rua que deu origem a atual Voluntários da Pátria. As obras foram concluídas em três de outubro de 1869. Porém, o novo prédio só foi aberto para a população em primeiro de janeiro de 1870.
   Sabemos que a Cia. Carris Porto-Alegrense foi fundada em 19 de junho de 1872, contudo, as atividades da Carris só começaram a se desenvolver em 4 de janeiro de 1873. Temos a informação que ainda em janeiro de 1873, a parte administrativa da nova empresa de transportes se estabeleceu no torreão 3 do Mercado Público. Lá eram vendidos os "bonds", nome dado aos bilhetes de passagem. O escritório da Carris funcionou no Mercado Público até dezembro de 1873, quando o setor foi transferido para o 'Depósito de Bonds", localizado na Rua da Várzea, atual avenida João Pessoa. 


   
  
  
   

terça-feira, 21 de junho de 2016

144 Anos de Cia. Carris Porto-Alegrense

     No último domingo a Cia. Carris Porto-Alegrense completou 144 anos de existência.  Em 19 de junho de 1872, através de um Decreto Imperial, o Imperador D. Pedro II autorizou a Cia. a explorar o transporte coletivo em Porto Alegre. Poucas pessoas sabem, mas a Cia. Carris foi a segunda empresa de Porto Alegre responsável pelo transporte coletivo. A primeira experiência da capital com transporte público remonta à 1865, quando começaram a circular em nossa cidade as chamadas maxambombas. A principal diferença entre estes veículos e os da Cia. Carris é que os trilhos usados para locomoção dos vagões puxados à tração animal eram de madeira, o que dificultava a locomoção, tornando o transporte mais lento e barulhento. 
    Em 1872 Manoel de Miranda e Castro comprou as antigas maxambombas e com a autorização dada pelo decreto de D. Pedro II, criou a Cia. Carris Porto-Alegrense. A partir deste momento, os trilhos de madeira começaram a ser trocados por de metal. Foram necessários sete meses até o fim das reformas. Em 4 de janeiro de 1873, o primeiro bonde a burro da Cia. Carris, importado da Stephenson de Nova Iorque, transitou pelas ruas de Porto Alegre. A população da cidade compareceu para prestigiar a inauguração da nova empresa de transporte. Neste primeiro dia, foram usados dois cavalos brancos na tração dos veículos, no dia seguinte, entretanto, os muares reassumiram seus postos no transporte coletivo da época. 
  Nestes 144 anos Porto Alegre cresceu muito. No início da Cia. Carris nossa cidade tinha aproximadamente 44 mil habitantes, hoje são quase um milhão e meio de pessoas. Na antiga Porto Alegre a cidade se limitava ao que chamamos hoje de Centro Histórico, atualmente a cidade esta dividida em centenas de bairros e continua crescendo. A Cia. Carris acompanhou todas estas transformações se complexificando cada vez mais para dar conta desta metrópole em que se transformou nossa cidade. Podemos afirmar que Carris e Porto Alegre são amigas de longa de data! 
   Esta importante data de aniversário da Cia. Carris não poderia passar em branco! No próximo sábado, dia 25 de junho, estaremos com nosso Museu Itinerante e com nossa exposição "Memórias Sobrepostas" no Parque Farroupilha, próximos ao Monumento do Expedicionário. Convidamos todos nossos leitores e amigos a nos prestigiarem! Estaremos recebendo visitantes entre às nove da manhã até às dezesseis horas. Venha nos fazer uma visita! 




   

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Visita ao terminal da linha Ipiranga/PUC

  Nosso projeto de visitas aos terminais continua! Na quinta-feira do dia 19 de maio estivemos com nosso Museu Itinerante no terminal da linha Ipiranga/PUC no bairro Intercap. 
  Sempre que realizamos este projeto procuramos buscar informações sobre a linha e o terminal que vamos visitar. Também gostamos de levar fotos e documentos da história do terminal e dos colaboradores que trabalham na linha, assim nossos colegas podem recordar o passado e se encontrar nas imagens. É muito divertido acompanhar o pessoal olhando as fotos, se vendo em outros momentos de sua história, encontrando imagens de outros colegas que mudaram de função ou que não trabalham mais na empresa. Este momento sempre gera muitas lembranças! 
  Também continuamos estacionando nosso ônibus/museu todas as segundas-feiras ao lado do Mercado Público. Estas saídas têm sido muito importantes para o nosso setor. Sempre temos muitas visitas. Além disso, num ponto tão central de Porto Alegre, conseguimos atingir diferentes públicos em um mesmo momento. Já recebemos visitas de muitos estudantes, de turistas, de antigos usuários dos bondes de Porto Alegre e também de muitas crianças. Atender um público tão eclético é ao mesmo tempo desafiador e enriquecedor. Ficamos felizes por nosso Museu itinerante estar cumprindo o seu papel de contar a história da Cia. Carris! 





terça-feira, 3 de maio de 2016

Comemorações do Dia do Trabalhador na Carris

Como acontece em todos os anos, no último domingo comemoramos aqui na Carris o dia do trabalhador. As atividades foram realizadas no espaço da USECARRIS (União Social dos Empregados da Cia. Carris), localizada em uma área junto a sede da empresa.  
Além do já tradicional campeonato de futebol, foram realizadas várias atividades esportivas e culturais. Como não poderia deixar de ser, nosso Museu Itinerante Memória Carris estava presente neste evento. Tivemos a visita de 105 pessoas no nosso ônibus/museu. A maior parte destes visitantes é formada por funcionários da Carris e seus familiares, o que nos deixa muito felizes. Acreditamos, que desta forma, estamos mostrando aos nossos colegas a grande história da empresa da qual eles fazem parte. 
Além do Museu Itinerante, também participamos do dia do trabalhador com a nossa exposição "Temporânea", composta por sete totens de metal com imagens, textos, letras de música que contam histórias de transformações ocorridas no espaço central de nossa cidade. Esta exposição é muito legal porque ela apresenta muitas informações interessantes sobre a história da nossa cidade. Acreditamos que aqueles que nos visitaram tiveram bons momentos de informação e cultura!
Postamos abaixo algumas imagens deste dia primeiro de maio.






segunda-feira, 4 de abril de 2016

Territórios Negros com Arte

No último sábado realizamos nossa segunda atividade em comemoração ao aniversário de Porto Alegre. Em parceria com os nossos colegas do projeto Territórios Negros e do grupo Povo Negro da Carris, realizamos o evento "Territórios Negros com Arte". Podemos dizer, sem falsa modéstia, que foi um sucesso! 
Todos os envolvidos sentiram que esta seria uma iniciativa vitoriosa ainda durante o agendamento dos lugares para o ônibus. Em poucos dias já estávamos com a lotação máxima de trinta e nove lugares, sendo que também foi realizada uma lista de espera com mais dezesseis nomes. 
O dia do evento nos brindou com sol e uma temperatura de verão! Nossa primeira parada com o ônibus foi na praça Brigadeiro Sampaio, mais conhecida como a "Praça do Tambor". Lá realizamos uma ciranda organizada pelo professor Vanderlei de Paula Gomes, Coordenador das Relações Étnicos e Raciais da SMED/Porto Alegre.  O segundo ponto do percurso foi nas escadarias da Igreja Nossa Senhora das Dores. Além da fala das duas historiadoras que participam do projeto, também foi realizada uma roda de capoeira pelo nosso colega de empresa Mestre Pelezinho e  seus alunos. O público ficou bastante impressionado com a destreza e a prática demonstrada pelo pessoal do Mestre Pelezinho! 
O terceiro ponto de parada foi a Praça da Alfandega, onde a história das antigas quitandeiras que trabalhavam neste local foi relembrada através da dança do grupo Geração 2000. Após a dança, as dançarinas que interpretavam as quitandeiras distribuiriam doces tradicionais para o público. O quarto ponto de parada foi no Mercado Público de Porto Alegre. Lá a história do assentamento do Orixá Bará foi relembrada com interpretação,  religiosidade, dança e muita música. Foi um momento de muita emoção, que envolveu o público que realizava o passeio e centenas de pessoas que circulavam no Mercado naquele momento. Para esta realização contamos com a parceira Nina Fola e o grupo Africanamente. 
O percurso foi encerrado no Museu de Porto Alegre Joaquim José Felizardo, onde ocorreu uma aula show do grupo "Alabê Oni". Postamos a seguir algumas imagens deste sábado que, com certeza, ficará em nossas memórias! 







Observação: imagens de Fernanda Scwengber Leal/Divulgação PMPA. 

quarta-feira, 30 de março de 2016

Visita do Museu Itinerante Memória Carris à Esplanada do Bairro Restinga

O último domingo foi bastante especial para o nosso setor. Além da comemoração da Páscoa, este dia também foi de visita do Memória Carris ao Bairro Restinga. Estivemos com nosso ônibus/museu estacionado na esplanada da Restinga entre dez da manhã e cinco da tarde. Além do museu itinerante, também levamos para este evento as exposições "Temporânea" e "Memórias Sobrepostas".
Esta atividade foi realizada como parte das comemorações da Semana de Porto Alegre. Falando nisso, lembramos aos nossos leitores que no próximo sábado, dia dois de abril, iremos realizar nossa segunda atividade: o projeto "Territórios Negros com Arte".
Na Restinga foi muito bom! Fomos muito bem recebidos, sendo que tivemos um público bastante interessante de visitantes (apesar da chuva fina que nos acompanhou por uma boa parte do tempo). Uma coisa legal desta visita é que aproveitamos para conversar com a comunidade do bairro sobre as linhas T12 e T12A, que passaram a ser operadas pela Carris em fevereiro deste ano. Percebemos que os moradores do bairro estão vendo a mudança como algo positivo, o que nos deixou bastante felizes. Abaixo postamos algumas imagens deste domingo especial: